Digital no Desporto em 2019

Por Miguel Gonçalves em

Jess Smith, uma “digitally-minded marketeer“, (trabalha atualmente nos Yankees e antes disso trabalhou para a Under Armour) escreveu no seu blog alguns pontos que devemos considerar no digital, enquadrado no Desporto, naturalmente, para 2019.

Jess Smith escreveu este artigo após perguntar nas redes sociais opiniões às suas conexões (por falar em redes sociais, já seguem as nossas? Esperamos conseguir interagir convosco também através delas).

Neste artigo aproveitamos para vos deixar os vários pontos abordados no post da Jess Smith:

1. “Own your fan relationship” – O valor do conteúdo que produzimos é muito grande. Porque é que haveremos de ter uma estratégia que não tem como finalidade levar as pessoas ao nosso website/app?

2. “Fewer, bigger, better” – Façam menos coisas e façam muito bem o “pouco” que fazem.

3. “Accountability” – Responsabilizem-se. Se o digital tem valor, então demonstrem-no. Melhorem a capacidadede análise de dados e provem o valor do vosso trabalho.

4. “Highlights 2.0” – Em qualquer rede social vemos inúmeros highlights. O desafio agora está em destacar os highlights do vosso clube/empresa dos restantes.

5. “Take GIPHY seriously” – Utilizem e abusem dos GIFS.

6. “Go bold with game coverage” – Não se limitem, em dia de jogo, a partilhar os jogadores que vão jogar, o resultado, o resultado ao intervalo, as substituições… o que todos fazem, no fundo. Arranjem novas formas de interagir com os fãs na cobertura dos jogos.

7. “Less covering, more curating” – Tenham paciência e não pensem que têm de cobrir tudo. Planeiem, preocupem-se com o que se partilha e selecionem bem o conteúdo a partilhar com uma perspetiva de longo prazo.

8. “Brand over everything” – Nunca se esqueçam o “why” da vossa marca, tão simples quanto isso.

9. “Small is the new big” – De que interessa ter 1 milhão de seguidores se apenas 10 prestam realmente atenção? O valor está na audiência que nos ouve.

10. “Crack the code on 1:1” – Um pouco na linha do ponto anterior: tentem promover o contacto direto com os fãs.

11. “Mature vision for digital teams” – Apostem (ou convençam alguém a fazê-lo) numa equipa profissional e competente, que trabalhe para realmente fazer evoluir as coisas. Isto significa contratar pessoal com visão, investir não só em pessoas, mas também em recursos, e dar autonomia à equipa.

12. “Continued emphasis on creative + design” – Invistam no visual. Criem uma identidade visual e apostem na criatividade, qualidade e diferenciação no que à imagem diz respeito.

13. “Consider the social ad boom” – É preciso arranjar novas formas de fazer publicidade, tão simples quanto isso. Sabiam que 1 em cada 4 páginas de Facebook utilizam publicidade paga? Este número, não só no Facebook como no Instagram e outras redes, só vai aumentar, pelo que é preciso ter isto em conta se se quer manter o ROI alto.

14. “Focus on distribution” – Não pensem apenas em criar conteúdo, partilhar e nunca mais olhar para ele. Rentabilizem ao máximo o vosso conteúdo e pensem bem na distribuição.

15. “Experimentation with AR” – Será que é este o ano da realidade virtual?

16. “Go beyond the weekly recap” – As equipas têm de ir além das estatísticas ou golos quando estão a rever a semana ou mês. Têm de tentar criar conteúdo behind-the-scenes, mostrar mais do que aquilo que as pessoas já viram! A conexão com os fãs será maior e o resultado final também.

17. “True strategy for Instagram stories” – Tão simples quanto ter uma estratégia bem definida para as stories do Instagram e não estar a publicar o mesmo que todos.

Acompanhe-nos nas redes sociais
Categorias: Análises

Miguel Gonçalves

Sofro de insatisfação crónica (acabei de inventar a patologia) e por isso estou constantemente à procura de mais (e também por isso nasceu a My Evolution Now). Tirei a licenciatura em Ciências do Desporto (Porto + Barcelona), o mestrado em Gestão do Desporto (Lisboa) e no entretanto já tirei imensos cursos online (os presenciais são demasiado caros e alguns bem sobrevalorizados...). Defendo que se houver partilha de informação as coisas evoluem muito mais rapidamente e por isso aqui estou. A informação já existe, a partilha da mesma é que não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Segue-nos nas redes sociais!